SUS irá incorporar a citologia em meio líquido

Em 12 de dezembro de 2019, a Portaria MS-SCTIIES nº 63/19 tornou pública a decisão de incorporar a citologia em meio líquido para o rastreamento de câncer de colo de útero e lesões precursoras, no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS.

A decisão do Ministério da Saúde representa um grande avanço para a saúde da mulher. Diversas pesquisas mostram que a citologia em meio líquido tem mais sensibilidade que a convencional, apresentam uma redução significativa na quantidade de testes inadequados (ou seja, permitem o diagnóstico de qualquer doença mais cedo e evitam a paciente a ter que voltar ao consultório ou ambulatório para fazer uma nova coleta), reduz o número de testes falso-negativos, por ter mais células para leitura, e o material residual pode ser encaminhado direto para a biologia molecular, reduzindo os prazos para um diagnóstico confirmatório.

O novo procedimento ainda não foi incorporado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que devido à pandemia não tem conseguido cumprir os prazos determinados em lei (criação do novo procedimento em até 180 dias da publicação da resolução), mas o seu laboratório não precisa esperar para já iniciar a trabalhar com citologia líquida. O LiquiPREP é o único produto do mercado brasileiro que não necessita de equipamentos especiais para ser utilizado, basta uma centrífuga comum.

Entre em contato para saber mais sobre o LiquiPREP clicando aqui.

Deixe uma resposta